O Programa Pode Crer nasceu para trazer o potencial da tecnologia e da inovação na resolução de problemas sociais, por meio da qualificação dos espaços de educação, cultura e lazer nas regiões de mais vulnerabilidade social, intensificando o contato entre as empresas, os empreendedores criativos e a população das comunidades.

“O jovem da periferia é um grande capital social. Uma força de criatividade e de trabalho subaproveitada e mal qualificada, e algumas vezes perdida precocemente para a violência”.

Pe. Vilson Groh

Pe-Vilson-Copia.jpg

O princípio do Programa é de que os jovens da periferia não são uma ameaça e sim uma oportunidade para a cidade. A solução proposta é a criação de 5 Centros de Inovação Social em comunidades empobrecidas da Grande Florianópolis, espaços educativos e culturais para a formação de crianças, adolescentes e jovens, desenvolvendo a base para aproximá-los do ecossistema de inovação e tecnologia, e, desta forma, contribuir na redução da desigualdade de oportunidades e no alcance da justiça social.

Projeto Piloto

O projeto “CAIXA Tem – Programa Pode Crer – Acreditando nos Sonhos e nos Talentos do Futuro” é uma iniciativa pioneira de desenvolvimento do modelo do Programa Pode Crer ao longo do ano de 2021, coordenado pelo Instituto Pe. Vilson Groh, correalizado pela Associação João Paulo II e Centro Cultural Escrava Anastácia. 

Correalizadores

CCEA_COLOR.png
AJPII_COLOR.png

Patrocinadores principais

Caixa@3x.png
governo-federal-2019-ENVIADA-PELA-CAIXA.png

Apoiadores

Acate@3x.png
acm.png
BR_Portuguese_CMYK_Full_nc_png.png

Trilhas formativas

O projeto prevê a execução de trilhas formativas acompanhando 320 crianças, adolescentes e jovens dos 11 aos 24 anos, favorecendo também a aproximação com o ecossistema de inovação e tecnologia e apoio no ingresso ao mercado de trabalho e universidades. A participação no Programa é totalmente gratuita.

Trilha 1

Para crianças e adolescentes, dos 11 aos 13 anos, da Comunidade da Praia, na Palhoça

A trilha 1 contempla a formação das crianças e adolescentes entre 11 e 13 anos.

Áreas de tecnologia, educação financeira, inglês, artes e meio ambiente.

Acontecerá na Associação João Paulo II, no bairro Ponte do Imaruim-Palhoça, na Comunidade da Praia.

Trilhas 2 e 3

Para adolescentes e jovens, dos 14 aos 24 anos, da Grande Florianópolis

Formação de adolescentes e jovens a partir dos 14 anos de idade.

Áreas da tecnologia, empreendedorismo, inglês, formação cultural, humana e cidadã, desenvolvendo competências técnicas e socioemocionais.

A acontecerá no Centro Cultural Escrava Anastácia, no bairro Balneário Estreito, em Florianópolis.

Fotos e vídeos

Contato

O Centro Cultural Escrava Anastácia funciona de segunda a quinta, das 8:00 às 17:00, e sexta-feira, das 8:00 às 12:00.

podecrer@redeivg.org.br