PROCURANDO CAMINHO

200 Jovens – Esportes – Comunidades

Público foco: adolescentes e jovens que não se inserem em outros projetos sociais, por motivos de baixa escolaridade, risco de vida e perfil que não vincula ao método institucionalizado, possuindo extrema dificuldade de estarem em oficinas formativas, sentados, dentro de uma sala de aula.

Originando-se do Projeto Aroeira, o Procurando Caminho teve início por um pedido dos moradores e redes locais de uma comunidade de Florianópolis, por conta da existência de uma lista de 25 nomes de jovens marcados para morrer pelo narcotráfico. Sua metodologia trabalha intervenções no eixo individual e grupal, atuando dentro das comunidades, criando vínculos para dialogar e encaminhar o jovem para novos caminhos, objetivando o afastamento das referências do narcotráfico, através de saídas a campo para a prática de esportes como o surf, o rafting, o futebol, jiu-jitsu, dentre outros.

Em março de 2020, o Procam encerrou a sua terceira edição, após 12 anos de parceria com o Governo do Estado. Esteve presente nas comunidades Monte Serrat, Morro do Horácio, Vila União, Chico Mendes, Morro do 25, Morro da Caixa do Continente, Nova Descoberta, Morro da Mariquinha. Com a situação atual de pandemia pelo novo corona vírus, a apresentação de uma nova proposta a novos financiadores está sendo construída pelo CCEA.